"Ela não acreditava em anjos... Até se apaixonar por um."
Cidade dos Anjos – 1998)

Continuar sendo anjo ou se tornar um homem? Desistir da eternidade para viver apenas alguns momentos, mas que de tão intensos valeriam por séculos e séculos de imortalidade. O amor deveria nos tornar imortais se fosse perfeito.
Um das missões de um anjo é ajudar a humanidade em seu processo de aproximação com Deus. Uma das missões de um homem é fazer sua vida valer a pena durante o pouco tempo que tem sobre a face da terra.Para cumprir suas incumbências o anjo guarda, protege e inspira uma alma.Para realizar seu destino um homem aprende por tentativa e erro tentando ser amado e importante para outras pessoas.
Anjos apesar de ouvirem pensamentos e entenderem todos nossos idiomas, não podem sentir as emoções, alegrias e tristezas que sentimos. Ainda sim contam nossas lágrimas e procuram soprar palavras de carinho aos nossos ouvidos. Homens têm como valor primordial o desejo, não só o sexual, mas o romântico de amar e ser amado, o desejo pela vida, o desejo de existir como humano, o desejo pelo agora, contrapondo-se à eternidade de um anjo. Para um homem o importante é sentir, para um anjo é saber.
Então em vez de pairar nas alturas para sempre um anjo prefere sentir um peso sobre ele que interrompesse a eternidade e o prenda a Terra? Há anjos da vida que resguardam, há anjos da morte que ajudam na passagem para o outro lado.Há homens que passam a vida em harmonia com o dia de sua morte, porém há homens que já nasceram mortos e a morte será só um complemento da sua vida automática e previsível.
De vez em quando, anjos encostam suas mãos de luz nos ombros das pessoas mais angustiadas e tentam transmitir um sentimento de esperança, que podem salvar ou não uma vida.E de vez em quando homens escutam suas vozes misturadas aos seus pensamentos.
Será a vida debaixo do sol nada mais é que um sonho? E se for mesmo real o quanto de realidade nós agüentamos? Talvez os anjos tal qual filhos da luz estejam ao nosso lado iluminando nosso caminho por essa vida de conquista e de infortúnios.
O visível pouco nos demanda, basta ter olhos para ver, mas o invisível exige um pouco mais dos mortais, é preciso ter fé para sentir e para perceber que não estamos sozinhos, nunca estamos sozinhos.


 
Andre Luis Aquino

4 comentários:

Bandys disse...

Oi Neguinha,

Eu acredito sem piscar em anjos.

Beijos

Hod disse...

Pertencem aos mundo feéricos, e nos inspiram tanto os de luz quanto os caídos. POr certo que necessitamos hora de um hora de outro.

Bom fim de semana Nea,

Beijos.

Vavá disse...

Acho que as vezes também somos anjos em outros mundos...
Beijos

Poeta Mauro Rocha disse...

Anjos? às vezes somos homens com atitudes de anjos, às vezes as atitudes são de demonios, mas acreditos e gostos das atitudes dos anjos.

BJS