"Se as portas da percepção estivessem limpas,
tudo pareceria como é, infinito."
( William Blake )

Um comentário:

Marcos Campos disse...

Interessante!
Beijo!