Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,

Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,

Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.

Pablo Neruda

3 comentários:

Marcos Campos disse...

Lindo!
Com certeza temos que buscar ser o melhor nessa nossa passagem...
Beijo!

*Mi§§ §impatia* disse...

Ai Neruda, arrasouuuuuuuu, amooooooo.
Pé tá melhor amiga, menos dolorido graças a Deus.
Saudadessssssss, beijosssssssss e sua mao como ta?

[ rod ] ® disse...

É a teoria de faz o melhor em tudo que fazes... e eu compartilho disto.

Um bj moça e saudades de você. Café? nem eu sei qdo, mas no msn, onde estará vc que não mais aparece? rsss





Hoje estou tanto no dogMas quanto na Confraria!

http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/03/dama.html