Sintoma histérico é saber que as pessoas ansiosas sentem com muita intensidade os estímulos que acontecem ao seu redor . Esta intensidade faz com que elas não consigam decifrar ou elaborar o que esta ocorrendo, o que faz a sua ansiedade aumente a níveis muito altos, tensionando ou perturbando funcionalmente a operação de órgãos que de alguma maneira esteja relacionado com o Sistema Nervoso Central, e só quando a tensão ou ansiedade cede é que o sintoma desapareceria. Na histeria dissociativa , o estímulo é sentido de forma tão intensa que quebra a funcionalidade da própria mente, descoordenando-a e levando a pessoa a atos dissociados da realidade que a cercam por mais ou menos tempo. Vamos ao exemplo que é bem mais divertido, a mocinha que sobe na cadeira e grita desesperada por que viu seu amante interessar-se por outras mulheres.Ela ameaça,deprecia,deixa de lado marido e filhos,por causa do amante e vive para atormentar a quem não está nem ai para ela,devido ao amante estar se envolvendo por mulheres bem mais jovens e igualmente inteligente. Eis ai uma típica reação histérica dissociativa.

A mocinha é sentida como um estímulo intensíssimo, assustador, além de extremamente forte para tirar o amante da histérica, e imediatamente surge a dissociação. Um monte de atitudes desconexas, que não resolvem a situação e que mesmo assim a pessoa não consegue impedir. As vezes estas dissociações são tão fortes que a pessoa entra em estados transitórios de loucura,não medindo e nem pesando as consequências.

A "grande vantagem "da histeria é que a pessoa assume o papel da vitima indefesa perante a situação, necessitando da dó e da complacência dos outros que a ajudarão a superar as dificuldades, o grande mal da histeria é que a pessoa vai incorporando este sentimento de fragilidade interior que faz com que a pessoa vá se sentindo cada vez mais fraca até despencar em estado de Depressão. O tratamento da histeria é o da psicoterapia, nestes casos, embora as medicações possam ajudar de forma alguma são essenciais no tratamento. A pessoa terá que aprender os seus sentimentos e suas simbologias correspondentes e aprender a lidar com eles de forma coordenada.

Minha tese no meu curso de MTC, foram baseadas em pessoas como você querida anônima,se quiser te dou endereço de meu consultório,onde posso ajudar a trata-la. Garanto,tem cura...rsssssss,como psicóloga deve saber,e ahhh poderiamos discutir nossos estudos,o que acha?

Abraços e fiqueem paz

Nega

recomendo este livro:

A histérica entre Freud e Lacan
Corpo e linguagem em psicanálise
Monique David-Ménard


2 comentários:

Marcos Campos disse...

Mais um anônimo louco enchendo o saco?
Que saco!
Beijo!

Gaya disse...

Uau...q análise!!!
Envia tb o preço da consulta.Bjus freudeanos