Rivendell- Rush


A luz do sol dança através das folhas
Ventos suaves agitam as árvores que suspiram
Deitado na grama morna
Sinta o sol sobre seu rosto

Canções élficas e noites sem fim
Vinho doce e leves luzes relaxantes
O tempo nunca lhe tocará
Aqui neste lugar encantado

Você sente que algo lhe chama
Você quer retornar
Para onde as Montanhas Nebulosas erguem-se e fogos amigáveis queimam
Um lugar onde você pode escapar do mundo
Onde o senhor do escuro não pode ir
Paz de espírito e santuário ao fluir do Ruidoságua

Viajei agora por muitas milhas
É tão bom ver os sorrisos de
Amigos que nunca partiram de sua mente
Quando você esteve distante

Desde a luz dourada da aurora que chega
Até a penumbra para onde o sol se vai
Aproveitamos cada estação
E cada dia que passa

Sentimos a vinda de um novo dia
A escuridão dá passagem à luz uma nova passagem
Pare aqui por um tempo até que o mundo,
O mundo lhe chame para ir embora

Porém você sabe que tive a sensação
Ao encontrar-me com meus sentidos confusos
Este é o lugar para envelhecer até que
Eu chegue ao meu dia final

Você sente que algo lhe chama
Você quer retornar
Para onde as Montanhas Nebulosas erguem-se e fogos amigáveis queimam
Um lugar onde você pode escapar do mundo
Onde o senhor do escuro não pode ir
Paz de espírito e santuário ao fluir do Ruidos da água

3 comentários:

Nanda Assis disse...

linda imagem e precioso poema.

bjosss...

MEIER FRANGIOTTI CESCA disse...

lindo... quero voltar na montanha...
está faltando um selinho filosófico...
beijossssssss amor

EU SOU NEGUINHA disse...

é mesmo..ainda nao peguei ele ne?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
beijos