Doze signos do céu o Sol percorre,
E, renovando o curso, nasce e morre,
Nos horizontes do que contemplamos,
Tudo em nós é ponto de onde estamos
Fernando Pessoa

2 comentários:

tossan disse...

Fernando Pessoa! Preciso ler mais...Bj

Escrevendo na Pele disse...

Te beijo por lembrares de Pessoa, esse poeta delicioso.